Saiba como é feita a aplicação de argamassa projetada para evitar superaquecimento de coberturas de aço durante incêndio

Saiba como é feita a aplicação de argamassa projetada para evitar superaquecimento de coberturas de aço durante incêndio

As coberturas de aço em geral requerem algum tipo de proteção que diminua as chances de haver um colapso estrutural durante um incêndio. Isso porque, quando submetido a altas temperaturas, o aço perde parte de sua capacidade de resistência mecânica, o que leva a deformações na estrutura e coloca em risco sua segurança. A proteção, chamada passiva, tem como objetivo aumentar o tempo de resistência da cobertura ao fogo.

Entre os materiais utilizados com essa finalidade, está a argamassa projetada, um pré-misturado seco de aglomerantes, agregados leves e aditivos poliméricos que, ao ser misturado com água, é projetado diretamente na estrutura. “O produto possui baixo peso específico, de aproximadamente 340 kg/m³, e é completamente atóxico, livre de asbestos ou amianto”, explica o engenheiro civil Humberto Bellei, membro da comissão executiva do Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA).

Ler mais

ATENÇÃO ASSINANTES!

O acesso às edições mais recentes das revistas AU – Arquitetura e Urbanismo, Construção Mercado, Equipe de Obra, Infraestrutura Urbana e Téchne foi restabelecido em nossa plataforma digital.