BNDES tem novas condições de financiamento para a área de infraestrutura

BNDES tem novas condições de financiamento para a área de infraestrutura

Em entrevista coletiva no dia 6 de março, em São Paulo, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, anunciou os ajustes nas Políticas Operacionais que norteiam os seus financiamentos, dando sequência a mudanças anunciadas em janeiro deste ano, quando entrou em vigor a Taxa de Longo Prazo (TLP), que substituiu a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) como taxa básica das operações do Banco.

As mudanças mais notáveis são: o alongamento dos prazos máximos de financiamento, cálculos dos limites de participação atrelados ao investimento total e redução do spread básico. A diminuição dos spreads (que é a taxa por meio da qual o BNDES se remunera) terá foco nos setores prioritários, definidos a partir do processo de Reflexão Estratégica que está em curso no Banco.

Ler mais

BNDES pretende investir R$ 54 bilhões em infraestrutura entre 2018 e 2019

BNDES pretende investir R$ 54 bilhões em infraestrutura entre 2018 e 2019

As projeções do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) são de investimento de cerca de R$ 54 bilhões em financiamentos na área de infraestrutura entre 2018 e 2019. Os dados foram divulgados na última semana.

“Somente na área de energia, deveremos ter nesses dois anos cerca de R$ 32,6 bilhões em novos financiamentos do BNDES. Mas outras áreas também terão crescimento expressivo, especialmente nos setores de logística, com rodovias e ferrovias, e de hidrovias”, acredita Marilene Ramos, diretora de Infraestrutura do BNDES. Em energia, estão projetos de geração, transmissão e distribuição, setor que o banco tem priorizado – principalmente fontes renováveis como solar e eólica..

Ler mais

Governo Federal lança financiamento para projetos de mobilidade em cidades com mais de 250 mil habitantes

Governo Federal lança financiamento para projetos de mobilidade em cidades com mais de 250 mil habitantes

O Ministério das Cidades iniciou na última semana o processo de seleção e contratação do Programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana, voltado a projetos para municípios com população acima de 250 mil habitantes. Serão R$ 3,7 bilhões de financiamentos disponibilizados pelo Fundo de Garantia por Tempo e Serviço (FGTS), com valor mínimo de R$ 5 milhões e máximo de R$ 200 milhões por contrato. Os recursos virão do Programa Pró-Transporte.

Ler mais

Área de infraestrutura recebe apenas 4,1% do previsto pelo FGTS em 2016

Área de infraestrutura recebe apenas 4,1% do previsto pelo FGTS em 2016

Segundo balanço divulgado na última terça-feira (22) pelo Ministério do Trabalho, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) injetou R$ 190,37 bilhões na economia brasileira em 2016. Deste montante, R$ 108,89 bilhões são relativos aos saques, enquanto R$ 81,48 bilhões foram liberados por meio de crédito de financiamento.

Entre os setores, a Habitação foi o qual teve maior investimento do fundo, de R$ 80,86 bilhões. O montante representa 88% das contratações estimadas para o ano. As áreas de Infraestrutura e Saneamento, porém, não tiveram resultados tão positivos. Foram liberados R$ 386,32 milhões e R$ 226,64 milhões, respectivamente, o que corresponde a apenas 4,1% e 6,5% do total previsto para 2016.

Ler mais

Obras de saneamento no Paraná receberão R$ 92 milhões

Obras de saneamento no Paraná receberão R$ 92 milhões

O estado do Paraná terá financiamento de R$ 92 milhões para obras de saneamento em 19 municípios. O anúncio foi feito durante encontro do ministro das Cidades, Bruno Araújo, o governador do Paraná, Beto Richa, e o diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Mounir Chaowiche, nesta terça-feira (15).

Serão beneficiadas as cidades de Paraíso, Ivaiporã, Londrina, Santo Inácio, São João do Triunfo, Agudos do Sul, Altônia, Curitiba, Pinhais, São José dos Pinhais, Imbituva, Itaperuçu, Prudentópolis, Campo Magro, Araucária, Almirante Tamandaré, Quatro Barras, Campo Largo e Mandirituba.

Ler mais

Segundo trecho do BRT de Salvador terá investimento de R$ 412 milhões

Segundo trecho do BRT de Salvador terá investimento de R$ 412 milhões

O contrato para o início das obras do segundo trecho do Bus Rapid Transit (BRT), entre as regiões da Lapa e do Iguatemi, em Salvador, na Bahia, foi assinado na última segunda-feira (31) pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo.  O investimento é de R$ 412 milhões, sendo R$ 300 milhões do Orçamento Geral da União (CGU) e R$ 112 milhões do Programa de Financiamento das Contrapartidas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Ao todo, o segundo trecho terá 5,5 km de extensão, seis estações (Vasco da Gama, Ogunjá, HGE, Rio Vermelho, Vale das Pedrinhas e Cidade Jardim), viadutos na Avenida Garibaldi e elevados paralelos no Vale das Pedrinhas Pedrinhas e Cidade Jardim.

Ler mais

ATENÇÃO ASSINANTES!

O acesso às edições mais recentes das revistas AU – Arquitetura e Urbanismo, Construção Mercado, Equipe de Obra, Infraestrutura Urbana e Téchne foi restabelecido em nossa plataforma digital.