Senado aprova acordo para a construção de uma nova ponte entre o Brasil e o Paraguai

Senado aprova acordo para a construção de uma nova ponte entre o Brasil e o Paraguai

Em março, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) do Senado Federal aprovou um acordo feito pelos governos do Brasil e do Paraguai para a construção de uma ponte entre os municípios de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, e Carmelo Peralta, no Paraguai. A estrutura passará sobre o Rio Paraguai e deverá ser custeada em partes iguais pelos governos das duas nações.

Ler mais

Iniciados os estudos para a construção de ferrovia entre o Paraná e o Mato Grosso do Sul

Iniciados os estudos para a construção de ferrovia entre o Paraná e o Mato Grosso do Sul

Na última quarta-feira (21), foi autorizado pelo governador do Paraná, Beto Richa, o início dos estudos de engenharia e de viabilidade técnica, ambiental e econômica para implantação de uma nova ferrovia, com cerca de 1.000 km, entre o porto de Paranaguá, no Paraná, e Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Quatro consórcios, entre os seis que se candidatam para a elaboração dos estudos, vão fazer os levantamentos. São eles: aB, constituído pelas empresas Bureau da Engenharia ECT Ltda, Hendal e Advice Concultoria e Serviços; o consórcio SSSE, formado pela empresa espanhola Sener Ingeneria e pelas nacionais Sener Setepla e Engefoto; o consórcio Egis-Esteio-Copel, do qual fazem parte a empresa francesa Egis Engenharia e Consultoria Ltda e pelas nacionais Esteio Engenharia e Aerolevantamentos S.A e Copel, e o consórcio formado por Sistemas de Transportes Sustentáveis – STS, Pullin e Campano Consultores Associados e Navarro Prado Advogados, pela consultoria Millennia Systems, dos Estados Unidos, e pela EnVia Technologies International.

Ler mais

Estação Morumbi da Linha 17-Ouro do Metrô começa a ser construída em São Paulo

Estação Morumbi da Linha 17-Ouro do Metrô começa a ser construída em São Paulo

O Governo de São Paulo anunciou em fevereiro que as obras da estação Morumbi da Linha 17-Ouro do Metrô foram iniciadas. A estimativa é que ela seja entregue no segundo semestre de 2019 e atenda cerca de 41 mil passageiros por dia, com acesso aos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) por meio da Linha 9-Esmeralda.

A nova estação ficará na Marginal Pinheiros, entre a estação Morumbi da CPTM e o rio Pinheiros. Os trabalhos também incluem obras de adequações na estação da CPTM, com a construção de um mezanino ao final da plataforma, além do acréscimo de duas escadas rolantes, elevador e uma escada fixa.

Ler mais

Obras de ponte de 1,4 km de extensão em Porto Nacional, no Tocantins, são autorizadas

Obras de ponte de 1,4 km de extensão em Porto Nacional, no Tocantins, são autorizadas

O governador de Tocantins, Marcelo Miranda, assinou no dia 23 de outubro a ordem de serviço autorizando o início da construção da ponte de 1.488 metros de extensão sobre o Rio Tocantins, na Rodovia TO-070, no trecho entre o município de Porto Nacional à Rodovia BR-153. A obra foi orçada inicialmente em R$ 101.328.272,57 e será executada pela Rivoli do Brasil S.P.A., vencedora de licitação em 2014.

A ponte que tem previsão de entrega em até 900 dias, irá substituir a estrutura atual de 1970 que possui 900 metros e está com diversas irregularidades em sua estrutura devido ao trânsito de veículos pesados. A nova estrutura terá 1.088 metros de armação de concreto e 400 metros de aterro.

Ler mais

Governo Federal autoriza início obras da ponte sobre o Rio Araguaia

Governo Federal autoriza início obras da ponte sobre o Rio Araguaia

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella, autorizou na última quinta-feira (14) o início da construção da ponte sobre o Rio Araguaia que interligará os estados de Tocantins e o Pará pela BR-153. O evento de assinatura da ordem de serviço, em Xambioá, contou também com a presença do presidente da República, Michel Temer.

A ponte evitará o uso da balsa, otimizando o tráfego de veículos no local. Ao todo, são 1,7 quilômetros de extensão e um investimento de R$ 132 milhões do Orçamento da União, desconsiderando os valores de supervisão da obra, desapropriação e licenciamento ambiental.

Ler mais

Governo da Bahia busca empresas interessadas na construção da ponte Salvador-Itaparica

Governo da Bahia busca empresas interessadas na construção da ponte Salvador-Itaparica

A Secretaria de Planejamento (Seplan) do Governo da Bahia publicou na última terça-feira (1º) o edital de chamamento público para as empresas interessadas em avaliar os estudos de estruturação do projeto de construção e de exploração da concessão do Sistema Viário Oeste/Ponte Salvador-Ilha de Itaparica (SVO) e apresentar manifestação prévia de interesse na licitação. O edital é direcionado a empresas dos setores de infraestrutura, mercado financeiro e de capitais, nacionais ou estrangeiras.

Ler mais

Saiba mais sobre os materiais que podem ser usados na recuperação de pontes e viadutos

Saiba mais sobre os materiais que podem ser usados na recuperação de pontes e viadutos

A adequada inspeção das obras de arte para a identificação das patologias é o primeiro passo para a escolha dos materiais e das técnicas empregadas na recuperação das estruturas de concreto. Duas normas técnicas orientam o construtor nesse sentido: a NBR 16.230:2013 – Inspeção de Estruturas de Concreto – Qualificação e Certificação de Pessoal – Requisitos, com uma série de ensaios para avaliação, e a norma NBR 9.452:2016 – Inspeção de pontes, viadutos e passarelas de concreto, reunindo os tipos de inspeção (inicial, rotineira, especial e extraordinária).

A pesquisadora Adriana de Araújo, do Laboratório de Corrosão e Proteção do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), explica que, se são visualizadas manchas e fissuras de corrosão na obra de arte, é importante averiguar a extensão do problema, sendo recomendada a realização do ensaio de potencial de corrosão, bem como o exame visual de trechos recémexpostos da armadura. “No caso de edificações expostas a ambientes agressivos e/ou com problemas de corrosão das armaduras, é sempre recomendado que a inspeção contemple a realização de ensaios não destrutivos, incluindo ensaios eletroquímicos, além da usual inspeção visual dos elementos e outras partes constituintes das estruturas, como juntas, aparelho de apoio, revestimento das fachadas, sistema de drenagem de água pluvial etc.”, diz.

Ler mais

Entenda como está sendo realizada a recuperação do viaduto Santo Amaro, que foi danificado após um incêndio em fevereiro

Entenda como está sendo realizada a recuperação do viaduto Santo Amaro, que foi danificado após um incêndio em fevereiro

O incêndio ocorrido após o choque entre dois caminhões na madrugada do dia 13 de fevereiro expôs parte da estrutura do viaduto Santo Amaro, na zona Sul de São Paulo, a temperaturas de até 600ºC, de acordo com um dos laudos contratados pela prefeitura para avaliar os danos causados na obra. O acidente envolveu um caminhão de combustível e outro que carregava açúcar na Avenida dos Bandeirantes, sob o viaduto, provocando um incêndio que se prolongou por várias horas. O prefeito Fernando Haddad (PT) chegou a anunciar que o viaduto teria que ser demolido, mas, após a realização de avaliações e ensaios pela Concremat Engenharia e pelo Falcão Bauer Centro Tecnológico de Controle de Qualidade, a prefeitura optou pela recuperação.

De acordo com o engenheiro Ariovaldo José Lopes, superintendente de obras viárias da prefeitura, o incêndio provocou perda substancial da resistência do concreto e do aço em vários pontos da construção. Inaugurada em 1969, a obra recebeu há quatro anos um reforço com fibra de carbono nos oito pilares e quatro encontros da estrutura, formada por dois tabuleiros (pistas) unidos por uma passarela de pedestres na parte central do viaduto. Foram construídas 28 paredes em cada encontro, totalizando 112 paredes, com espessura de 30 cm cada. “Em relação ao concreto e ao aço, houve pontos que sofreram mais influência do fogo, mas, basicamente, a fibra de carbono queimou em toda a extensão”, diz Lopes.

Ler mais