ABCP publica manual de Espaços Públicos para gestores e técnicos de pequenas e médias cidades

ABCP publica manual de Espaços Públicos para gestores e técnicos de pequenas e médias cidades

A Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), por meio do programa Soluções para Cidades, acaba de publicar o manual Espaços Públicos: Leitura Urbana e Metodologia de Projeto [dos pequenos territórios às cidades médias]. A publicação foi feita em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU/SP).

O material segue a linha da publicação Espaços Públicos: Diagnóstico e Metodologia de Projeto, criada em 2013 com o objetivo de orientar técnicos da administração pública e gestores de grandes cidades no desenvolvimento de novos projetos, para a reestruturação dos espaços públicos existentes e também para servir de base para a definição de escopo de editais de licitação e para o acompanhamento das equipes contratadas.

Ler mais

Balanço do Ministério dos Transportes mostra uma queda de 13,7% em investimentos no ano de 2017

Balanço do Ministério dos Transportes mostra uma queda de 13,7% em investimentos no ano de 2017

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação investiu R$ 14,8 bilhões em obras de portos, rodovias, ferrovias, hidrovias e aeroportos em 2017, número 13,7% menor do que o ano anterior. As informações foram divulgadas no dia 14 de março por meio do Caderno de Transportes, publicação que apresenta as estratégias de distribuição de recursos usadas para manter o desenvolvimento dos empreendimentos em todos os setores de transporte.

Para Herbert Drummond, secretário de Política e Integração, o último ano foi marcado pela superação da crise econômica e 2018 começou com uma perspectiva promissora para o setor de transportes. “A ideia é desenvolver um trabalho baseado na estratégia de gestão de recursos eficiente aliada a um controle público comprometido com a melhoria e o crescimento da Infraestrutura e logística de transportes no Brasil”, afirma.

Ler mais

Iniciados os estudos para a construção de ferrovia entre o Paraná e o Mato Grosso do Sul

Iniciados os estudos para a construção de ferrovia entre o Paraná e o Mato Grosso do Sul

Na última quarta-feira (21), foi autorizado pelo governador do Paraná, Beto Richa, o início dos estudos de engenharia e de viabilidade técnica, ambiental e econômica para implantação de uma nova ferrovia, com cerca de 1.000 km, entre o porto de Paranaguá, no Paraná, e Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Quatro consórcios, entre os seis que se candidatam para a elaboração dos estudos, vão fazer os levantamentos. São eles: aB, constituído pelas empresas Bureau da Engenharia ECT Ltda, Hendal e Advice Concultoria e Serviços; o consórcio SSSE, formado pela empresa espanhola Sener Ingeneria e pelas nacionais Sener Setepla e Engefoto; o consórcio Egis-Esteio-Copel, do qual fazem parte a empresa francesa Egis Engenharia e Consultoria Ltda e pelas nacionais Esteio Engenharia e Aerolevantamentos S.A e Copel, e o consórcio formado por Sistemas de Transportes Sustentáveis – STS, Pullin e Campano Consultores Associados e Navarro Prado Advogados, pela consultoria Millennia Systems, dos Estados Unidos, e pela EnVia Technologies International.

Ler mais

Contra crise hídrica, Governo de São Paulo entrega a interligação entre as bacias hidrográficas Jaguari-Atibainha

Contra crise hídrica, Governo de São Paulo entrega a interligação entre as bacias hidrográficas Jaguari-Atibainha

Foi entregue no início de março a interligação entre as bacias hidrográficas Jaguari-Atibainha, na região Metropolitana de São Paulo, obra considerada essencial pelo Governo de São Paulo para combater a crise hídrica. O objetivo é aumentar a disponibilidade de água para cerca de 39 milhões de pessoas de São Paulo, Campinas, cidades da região do Vale do Paraíba e Rio de Janeiro.

A interligação, de 20 km de adutoras e túnel, terá uma vazão máxima de 8,5 m³/s da represa Jaguari, no Vale do Paraíba, para a Atibainha, em Nazaré Paulista, e de 12,2 m³/s no sentido contrário. Para isso, são utilizadas seis bombas de 5.000 CV para empurrar a água morro acima, fazendo com que ela possa superar a montanha que separa as duas represas, em um desnível de 200 M.C.A.

Ler mais

Bentley Systems abre inscrições de prêmio que reconhece uso do BIM na infraestrutura

Bentley Systems abre inscrições de prêmio que reconhece uso do BIM na infraestrutura

As inscrições para o Year in Infrastructure 2018 Awards, promovido pela Bentley Systems, estão abertas até 30 de abril. O prêmio, anteriormente chamado de Be Inspired, visa reconhecer projetos de infraestrutura que ao utilizar a tecnologia Building Information Modeling (BIM) aperfeiçoaram a entrega e o desempenho de ativos.

Podem participar empreendimentos em pré-construção/projeto conceitual, projeto, construção ou em operação. São 19 categorias: pontes, edificações e Campi, telecomunicações, construção, cidades digitais, engenharia ambiental, processo de fabricação, engenharia offshore e mineração, geração de energia, entrega de projetos, ferrovias e trânsito, modelagem da realidade, estradas e rodovias, desempenho de ativos rodoviários e ferroviários, engenharia estrutural, desempenho de ativos industriais e de serviços públicos, serviços públicos de transmissão e distribuição, estações de tratamento de água e esgoto e redes de água, esgoto e drenagem pluvial.

Ler mais

BNDES tem novas condições de financiamento para a área de infraestrutura

BNDES tem novas condições de financiamento para a área de infraestrutura

Em entrevista coletiva no dia 6 de março, em São Paulo, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, anunciou os ajustes nas Políticas Operacionais que norteiam os seus financiamentos, dando sequência a mudanças anunciadas em janeiro deste ano, quando entrou em vigor a Taxa de Longo Prazo (TLP), que substituiu a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) como taxa básica das operações do Banco.

As mudanças mais notáveis são: o alongamento dos prazos máximos de financiamento, cálculos dos limites de participação atrelados ao investimento total e redução do spread básico. A diminuição dos spreads (que é a taxa por meio da qual o BNDES se remunera) terá foco nos setores prioritários, definidos a partir do processo de Reflexão Estratégica que está em curso no Banco.

Ler mais

Aneel homologa resultado de leilão que vai investir R$ 8,7 bilhões em linhas de transmissão

Aneel homologa resultado de leilão que vai investir R$ 8,7 bilhões em linhas de transmissão

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) homologou em fevereiro o resultado do leilão de transmissão nº 2/2017, realizado no dia 15 de dezembro na B3, em São Paulo. Ao todo, foram negociados 11 lotes para a construção, operação e manutenção de 4.919 km de linhas de transmissão. O deságio médio foi de 40,46%.

Os empreendimentos ficam na Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Tocantins. Esses lotes ofertados representam R$ 8,7 bilhões de investimentos em transmissão.

Ler mais

Construtivo e PVID lançam realidade virtual para setor de infraestrutura

Construtivo e PVID lançam realidade virtual para setor de infraestrutura

O Construtivo e a PVID acabam de lançar uma tecnologia de realidade virtual para o marcado da infraestrutura, que pode ser utilizada desde o desenvolvimento do projeto até a apresentação do empreendimento. O conceito transporta as pessoas para o dentro do projeto, trazendo uma representação fiel das dimensões e características específicas dos espaços e objetos.

Ler mais

Brasil sobe para a oitava posição do ranking mundial de capacidade instalada de energia eólica

Brasil sobe para a oitava posição do ranking mundial de capacidade instalada de energia eólica

Em 2017, o Brasil subiu uma posição no ranking de capacidade instalada de energia eólica elaborado pelo GWEC (Global World Energy Council, na sigla em inglês), com 12,76 GW. Agora o País ocupa o oitavo lugar, ultrapassando o Canadá (12,24 GW).

“O Brasil vem galgando posições no Ranking Mundial de Capacidade Instalada Total de Energia Eólica de forma consistente. Em 2015, nós entramos no Ranking em 10º lugar e, desde então, subimos uma posição por ano”, explica Élbia Gannoum, Presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica). O ranking é composto pela China (188,23 GW), Estados Unidos (89,08 GW), Alemanha (56,13 GW), Índia (32,85 GW), Espanha (23,17 GW), Reino Unido (18,87 GW) e França (13,76 GW).

Ler mais

Estação Morumbi da Linha 17-Ouro do Metrô começa a ser construída em São Paulo

Estação Morumbi da Linha 17-Ouro do Metrô começa a ser construída em São Paulo

O Governo de São Paulo anunciou em fevereiro que as obras da estação Morumbi da Linha 17-Ouro do Metrô foram iniciadas. A estimativa é que ela seja entregue no segundo semestre de 2019 e atenda cerca de 41 mil passageiros por dia, com acesso aos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) por meio da Linha 9-Esmeralda.

A nova estação ficará na Marginal Pinheiros, entre a estação Morumbi da CPTM e o rio Pinheiros. Os trabalhos também incluem obras de adequações na estação da CPTM, com a construção de um mezanino ao final da plataforma, além do acréscimo de duas escadas rolantes, elevador e uma escada fixa.

Ler mais