Orçadas em R$ 313,20 milhões, obras de ampliação e reforma do Aeroporto de Rio Branco são entregues

O Governo Federal entregou na última semana a obra de manutenção e ampliação do Aeroporto Plácido de Castro, em Rio Branco, no Acre, orçada em R$ 178,2 milhões. O terminal de passageiros ganhou novas salas de embarque e desembarque doméstico e internacional, aumentando a capacidade operacional de 1,3 milhão para 2,4 milhões de usuários por ano.

O aeroporto recebeu também escadas rolantes, 16 novas posições de check-in, uma esteira para restituição de bagagens e um elevador. Foram disponibilizadas quatro lojas para locadoras de veículos, salas para órgãos públicos e novos quiosques, lojas e praça de alimentação.

O projeto arquitetônico foi doado pela primeira-dama Marlúcia Cândida. “O fato é que essa obra assegura um novo caminho para a economia do Estado, pra infraestrutura, porque ela nos permite uma integração com o mercado andino, agora que o aeroporto já pode acolher essa possibilidade. Ganha o Acre, ganha o Brasil e ganha a América Andina através de uma obra que dá segurança e qualidade para os usuários”, conta o governador Tião Viana.

Em 2017, o terminal movimentou quase 345 mil passageiros (embarques e desembarques), registrando uma queda de 2,9% em relação ao ano anterior, e 1,5 mil toneladas de cargas, alta de 20% na comparação com 2016. O aeroporto está localizado a 18 km do centro da capital acreana e atende demandas relacionadas à aviação doméstica, internacional, geral e militar, mantendo operações de companhias aéreas regulares, de táxis aéreos e de aviação geral.

Outro grande investimento, R$ 135 milhões, foi a reforma da pista de pouso e decolagem, que passou pela substituição da base e aplicação de novo pavimento de asfalto, aumentando o suporte e melhorando o nível de conforto de rolagem das aeronaves, pistas de taxiamento e pátio de aeronaves. O sistema de drenagem foi substituído e foi construído um novo balizamento noturno.

Por Gabriel Gameiro