Conheça o sistema de laje alveolar

O QUE É 

O modelo de laje alveolar fornecido pela Alveolare Brasil para as obras de expansão do Metrô de São Paulo é constituído de painéis de concreto protendido que possuem seção transversal e alvéolos longitudinais. Essas peças são produzidas em concreto de alta resistência à compressão (fck = 50 MPa) e com aços especiais para protensão. O alvéolo longitudinal serve para garantir uma redução do peso da laje, além de melhor desempenho estrutural. “Em uma laje de 16 cm, por exemplo, consomem-se 8 cm só de concreto. Então, retira-se metade do peso da laje mantendo praticamente a mesma resistência”, explica André Pagliaro, sócio-fundador da empresa fornecedora. Os alvéolos são limitados por paredes de concreto chamadas de alma ou nervuras.

Ler mais

Sistema de laje acelera obras da Linha 5-Lilás, em São Paulo

Lajes alveolares compõem estrutura de túnel na estação Borba Gato da Linha 5-Lilás do Metrô

Em execução desde maio de 2011, as obras das novas estações da Linha 5-Lilás, do Metrô de São Paulo, têm sido marcadas pelo uso de lajes alveolares em sua estrutura. A escolha pelo material se dá graças a atributos que passam pela agilidade na montagem e versatilidade, uma vez que esse tipo de laje pode ser utilizado em qualquer sistema construtivo e atende a diferentes medidas de vão, desde que se respeite as prescrições normativas.

Ler mais

Licitação para conclusão da Estação da 106 Sul é lançada

Licitação para conclusão da Estação da 106 Sul é lançada

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, publicou na última terça-feira (29) o edital de licitação para a conclusão das obras da Estação 106 Sul da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), orçada em R$ 21 milhões. Os documentos e propostas deverão ser entregues no dia 28 de setembro.

Ler mais

Terminais de ônibus integrados ao Metrô de São Paulo serão concedidos à iniciativa privada

Terminais de ônibus integrados ao Metrô de São Paulo serão concedidos à iniciativa privada

O Governo de São Paulo decidiu conceder à iniciativa privada 15 terminais de ônibus com integração às linhas 1-Azul e 3-Vermelha da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô-SP), que somam cerca de 115 mil m² e tem fluxo diário de 900 mil passageiros entre 259 linhas. O edital de licitação, publicado nesta sexta-feira (18), prevê um contrato com prazo de 40 anos.

A expectativa é que as concessões gerem uma receita anual de R$ 27,9 milhões ao Metrô-SP, além da redução de custeio de mais de R$ 24 milhões relacionados a serviços administração, de manutenção, operação e vigilância e aumento de receitas não tarifárias que representam 10% dos lucros atuais.

Ler mais