Obras para espaços de lazer no Cais Mauá, em Porto Alegre, têm estudos de viabilidade aprovados | Infraestrutura Urbana

Urbanismo

Notícias

Obras para espaços de lazer no Cais Mauá, em Porto Alegre, têm estudos de viabilidade aprovados

Projeto é do escritório Jaime Lerner Associados em parceria com o espanhol b720 Fermín Vázquez Arquitetos

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
30/Setembro/2016

As obras no Cais Mauá e no Parque do Pontal, em Porto Alegre, tiveram seus Estudos de Viabilidade Urbanística (EVUs) aprovados na última semana. Com isso, as intervenções entram em fase de Licença Prévia (LP), para início dos restauros e da revitalização nos espaços.

Divulgação: Prefeitura de Porto Alegre

Ambas as obras compõem uma iniciativa que visa dar uma nova forma à parte central da orla do Guaíba, somadas a mais dois projetos públicos e um privado. A fase I da orla já tem 60% dos trabalhos concluídos, e é composta pelo trecho da Usina do Gasômetro até a Rótula das Cuias.

A fase III abrange a margem sul do Arroio Dilúvio até as proximidades do Parque Gigante, e terá quadras poliesportivas e uma nova pista de skate, maior que a já existente no Parque Marinha do Brasil. O seu início está previsto para 2017. Haverá também dois empreendimentos privados que ampliarão a área construída do Parque Gigante, de responsabilidade do Sport Club Internacional e de parceiros. Eles estarão entre este trecho e o Parque do Pontal.

O Cais Mauá e o Pontal do Estaleiro deverão, agora, ser aprovados pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano, ser homologados pelo prefeito e apresentados seus projetos de restauro.

O Cais contará com espaços de lazer, lojas, praças e espaço de convivência, além de um shopping e um hotel próximo à rodoviária. Seu projeto será executado por uma empresa privada, selecionada por edital.

A fase I da Orla será destinada ao lazer das famílias, ao convívio e ao turismo. Haverá deques de observação voltados ao Guaíba, bares e áreas de convivência. O projeto também inclui a remodelação da Praça Júlio Mesquita, e a reforma de Usina do Gasômetro. A fase III, por sua vez, é voltada ao lazer e à prática esportiva. Serão praças, quadras de vôlei, futebol e outros esportes, e uma das maiores pistas de skate públicas do país.

O projeto é do escritório Jaime Lerner Associados, em parceria com o espanhol b720 Fermín Vázquez Arquitetos. O objetivo seria combater a atual obsolescência da ex-zona portuária da capital gaúcha, mas o movimento ‘Cais Mauá de Todos’ e o Departamento do Rio Grande do Sul do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-RS) defendem um maior diálogo com a população.

Leia mais:
Reabilitação urbana do Cais Mauá, em Porto Alegre, será totalmente financiada por fundos de investimento imobiliário
Marcada audiência pública para discutir projeto polêmico para o Cais Mauá, em Porto Alegre

Destaques da Loja Pini
Aplicativos