Copel vai substituir torres e superpostes de energia por linha subterrânea na Avenida Comendador Franco, em Curitiba | Infraestrutura Urbana

Urbanismo

Notícias

Copel vai substituir torres e superpostes de energia por linha subterrânea na Avenida Comendador Franco, em Curitiba

Investimento é de R$ 157 milhões e obra terá execução de três anos

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
23/Março/2016

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) vai substituir as torres e superpostes da Avenida Comendador Franco, que liga Curitiba a São José dos Pinhais e ao Aeroporto Afonso Pena, por uma linha subterrânea. A medida foi anunciada na última terça-feira (22) pelo governador Beto Richa, e terá um investimento de R$ 157 milhões, que incluem, também, a construção de uma nova subestação.

Divulgação

O projeto é de que a atual linha de energia, de 69 kV seja substituída por uma subterrânea, de 230 kV. As obras devem durar 18 meses. A linha aérea hoje existente deve ser desativada e as 25 torres e os 20 postes, retirados. Segundo o governador, as obras devem começar após a licença ambiental.

A nova linha subterrânea ligará a nova Subestação Curitiba Centro, no Jardim Botânico, à Subestação de Uberaba. O trecho de oito km irá desde a rua Dr. Dário Lopes dos Santos até a rua Rosa Mehl.

O empreendimento ainda foi leiloado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em novembro do ano passado. O pacote de R$ 580 milhões que serão investidos pela Copel é referente ao leilão do lote E.

“Eu sei há quanto tempo a população pede pela retirada dos postes. Logo, assim que tivermos uma folga, vamos estudar também a retirada na avenida Visconde Guarapuava”, disse Richa.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos