Prefeitura do Rio de Janeiro finaliza a construção da Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca | Infraestrutura Urbana

Equipamentos Públicos

Notícias

Prefeitura do Rio de Janeiro finaliza a construção da Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca

Espaço deve servir de espaço para os jogos de basquete na Olimpíada e de basquete e rúgbi de cadeira de rodas na Paraolimpíada

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
14/Janeiro/2016

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, entregou na última terça-feira (12) ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) a Arena Carioca 1, que servirá na Olimpíada para os jogos de basquete e na Paraolimpíada para jogos de basquete e rúgbi de cadeira de rodas. Localizado na Barra da Tijuca, na zona Oeste da capital do Rio de Janeiro, o edifício tem capacidade para 16 mil pessoas, sendo cinco mil assentos permanentes e 11 mil temporários.

Após a Olimpíada, o espaço deve ser utilizado para o treinamento de 12 esportes olímpicos e realização de shows, feiras, exposições e competições esportivas. Ele é totalmente integrado ao Centro de Treinamento Olímpico (COT) e está localizado a cinco minutos da Vila Olímpica e Paralímpica, além de poder ser alcançado a pé do IBC/MPC, na Barra da Tijuca.

O espaço tem 33 metros de altura e área construída de 38 mil m², 49 banheiros, oito vestiários e seis elevadores. A quadra tem 608 m² e foi construída com dois tipos de madeira, sendo um deles para o espaço da prática esportiva e o outro no seu entorno. Ela também conta com um sistema de apoio flexível composto por amortecedores de borracha que garantem melhor performance dos atletas.

Em questão de acessibilidade, a arena é equipada com rampas de acesso direto da Via Olímpica e quatro escadas externas. Os banheiros coletivos são adaptados para pessoas de baixa estatura e pouca mobilidade e há, também, alguns específicos para pessoas com deficiência, com botões de segurança e sinais sonoros e visuais. Nas arquibancadas, os assentos são acessíveis, e as escadas têm piso antiderrapante e faixas de contraste visual.

O primeiro evento-teste no local já deve acontecer nesta sexta-feira (15). No total, as três Arenas Olímpicas custarão cerca de R$ 1,15 bilhão do dinheiro privado e R$ 528 milhões do governo municipal, valor que também inclui IBC, MPC, Hotel e infraestrutura.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos