Petrobras decide retomar as obras da Comperj e da Refinaria Abreu e Lima | Infraestrutura Urbana

Equipamentos Públicos

Notícias

Petrobras decide retomar as obras da Comperj e da Refinaria Abreu e Lima

Medida permitirá a conclusão da SNOX, que trata os gases emitidos na produção de combustíveis com baixo teor de poluentes

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
29/Julho/2016

A Petrobras anunciou na semana passada a reavaliação do projeto do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), localizado em Itaboraí, e da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Ipojuca, no Pernambuco. Apesar disso, ainda não há nenhuma previsão quanto ao processo licitatório das obras em questão.

Divulgação: Governo do Rio de Janeiro

A medida relativa à Comperj permitirá a continuidade da implementação de novas unidades, associadas à de Processamento de Gás Natural (UPGN). Esta última faz parte do Projeto Integrado Rota 3, conjunto de projetos que completam a infraestrutura de escoamento e processamento de gás natural do polo pré-Sal da bacia de Santos, em São Paulo.

Ainda foi aprovado o adiamento de investimentos e preservação de equipamentos das demais unidades da refinaria Trem 1 até dezembro de 2020. Os projetos da Refinaria Trem 2 e da Unidade de Lubrificantes do Comperj foram cancelados.

A reavaliação da Refinaria Abreu e Lima deverá permitir que as atividades, atualmente em curso, continuem normalmente. Elas estão ocorrendo para a conclusão da unidade de abatimento de emissões (SNOX) e demais obras de complementação do Trem da RNEST.

Uma das unidades da refinaria, a SNOX, trata os gases resultantes do processo de produção de combustíveis com baixo teor de poluentes, como o Diesel S-10.

Destaques da Loja Pini
Aplicativos