Governo do Mato Grosso estuda construir linha de transmissão de energia elétrica orçada em R$ 1,7 bilhão | Infraestrutura Urbana

Energia

Notícias

Governo do Mato Grosso estuda construir linha de transmissão de energia elétrica orçada em R$ 1,7 bilhão

Com cerca de mil km de extensão, sistema em análise na Secretaria de Meio Ambiente cortará o estado de norte a sul

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
31/Janeiro/2017
Pixabay

A Secretaria de Meio Ambiente do Mato Grosso (Sema-MT) está estudando a construção de uma linha de transmissão de energia elétrica, que cortará o estado de norte a sul. Com 1.011 km de extensão, ela terá pelo menos duas mil torres, com alturas entre 50 e 70 metros, perpassando 19 municípios.

A obra está em fase de Licença Prévia (LP) na Sema-MP, e, para o início da obra, restam ainda a Licença de Instalação (LI) e Licença de Operação (LO). "Já foram realizadas três audiências públicas na região para esclarecimento de dúvidas pelo empreendedor junto à comunidade, e consultoria técnica sobre as características do projeto", esclarece o coordenador de Licenciamento com Estudos de Impactos Ambientais da Sema, Valmi Lima.

As audiências públicas ocorreram entre os dias 18 e 20 de janeiro, nas cidades de Ribeirãozinho, Paranatinga e Paranaíta. Participaram mais de 600 pessoas, que tiveram acesso ao Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e ao Relatório de Impacto Ambiental (Rima).

A intervenção tem investimento de cerca de R$ 1,7 bilhão, com previsão para instalação em junho de 2017, logo após a conclusão da fase de licenciamento ambiental. Será executada pelas empresas Paranaíta Ribeirãozinho Transmissora de Energia S.A. e Matrinchã Transmissora de Energia S.A. Com ela, são previstos mais 2,2 mil empregos no seu período de instalação.