BNDES aprova financiamento para construção de complexo eólico de R$ 1,2 bilhão no Rio Grande do Sul | Infraestrutura Urbana

Energia

Notícias

BNDES aprova financiamento para construção de complexo eólico de R$ 1,2 bilhão no Rio Grande do Sul

Banco, em parceria com o BRDE, será responsável por empréstimo de R$ 679 milhões. Ao todo, serão 12 parques com capacidade de 207 MW

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
25/Abril/2017
Pixabay

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou na última segunda-feira (24) o contrato de concessão de financiamento de R$ 679 milhões à empresa Atlantic Energias Renováveis S/A para a implantação do Complexo Eólico Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul. Os 12 parques terão capacidade de gerar 207 megawatts (MW), suficiente para entender cerca de 1,2 milhões de habitantes ou 400 mil residências.

O empreendimento está orçado em R$ 1,2 bilhão e receberá financiamento do BNDES de forma mista, sendo R$ 449 milhões pelo BNDES FINEM e R$ 230 milhões pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

As obras do Complexo Eólico já foram iniciadas em agosto de 2015, com cinco parques já concluídos e uma produção de 111 MW em operação comercial. Estes parques possuem 32 aerogeradores e até a conclusão das obras, estão previstos 69 aerogeradores da empresa Acciona, da Espanha, com altura de 120 metros e capacidade para gerar 3 MW cada um.

Foram realizados dois leilões para a contratação da energia do Complexo Eólico Santa Vitória do Palmar, sendo o 18º Leilão de Energia Proveniente de Novos Empreendimentos de Geração, realizado em 13 de dezembro de 2013 e o 19º Leilão de Energia Proveniente de Novos Empreendimentos de Geração, realizado em 06 de junho de 2014.

O consórcio responsável pela operação dos projetos é o Atlantic Energias Renováveis, administrado pelo grupo britânico Actis, que atua no desenvolvimento, implantação e operação de projetos de geração de energia elétrica proveniente de fontes renováveis em todo o Brasil.