Terminal Químico de Aratu, no Maranhão, tem concessão prorrogada até 2026 | Infraestrutura Urbana

Transporte

Notícias

Terminal Químico de Aratu, no Maranhão, tem concessão prorrogada até 2026

Investimento até o término do contrato será de R$ 169 milhões

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
25/Agosto/2017

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella, assinou na última quarta-feira (23) o contrato para prorrogação da concessão do Terminal Químico de Aratu (Tequimar), do Porto de Itaqui, no Maranhão, que garante até 2026 o investimento de R$ 169 milhões no local.

Divulgação: Ministério dos Transportes

Os recursos serão utilizados nas obras de expansão da capacidade de armazenamento para 48 mil m², que irá permitir o armazenamento de 48 milhões de toneladas. Será realizado também a implantação de novas linhas de dutos, novo sistema de combate a incêndios e um desvio ferroviário.

"A expansão da capacidade do terminal de graneis líquidos significa mais impulso para o desenvolvimento econômico da região, incluindo a geração de 400 empregos diretos e 1.200 indiretos", comentou o ministro Quintella.

Composto por um parque de tanques interligados aos berços de graneis líquidos do Porto de Itaqui, por meio de um sistema de dutovias, o Tequimar é considerado o segundo maior de movimentação de graneis líquidos no País.

Terminal é o segundo de sete projetos aprovados para a segunda rodada do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) que tem a prorrogação do contrato antecipada.