Rodovias do Arco Norte receberão investimento de R$ 2,2 bilhões | Infraestrutura Urbana

Transporte

Notícias

Rodovias do Arco Norte receberão investimento de R$ 2,2 bilhões

DNIT financiará obras de recuperação e manutenção das BRs 158, 163 e 364

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
4/Maio/2017
Divulgação: DNIT

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) investirá cerca de R$ 2,2 bilhões em obras de recuperação e manutenção de 3.409 km de rodovias do chamado Arco Norte, composto pelas BRs 158, 163 e 364. As vias são estratégicas para exportação brasileira, levando os produtos aos portos de Itacoatiara, no Amazonas; Santarém, Barcarena e Vila do Conde, no Pará; São Luís, no Maranhão e Santana, no Amapá.

A BR-158 atravessa o país de norte a sul cortando os estados do Pará, Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Para melhorar a trafegabilidade, o DNIT lançou edital de licitação para elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia, execução das obras de restauração da pista, implantação de acostamentos e recuperação/restauração de seis pontes no trecho da BR-158/PA localizado desde a divisa com Mato Grosso até Redenção. As propostas serão abertas no próximo dia 8.

Já a BR-163, que cruza os estados do Pará, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, está com previsão de ter 60 km asfaltados ainda neste ano, entre o trecho de Santa Luzia e Bela Vista do Caracol, e mais 40 km no próximo ano. O trecho da BR que passa pelo Mato Grosso terá edital de licitação publicado para a contratação de empresas que serão responsáveis pela recuperação e manutenção de 221,82 km das pistas de rolamento e acostamento.

"O grande objetivo da BR-163 é realizar o transporte de grãos para os portos de Miritituba e Santarém", comentou o Superintendente Regional do DNIT no Pará, João Cláudio Cordeiro da Silva Júnior.

A BR-364, por fim, foi construída em 1960 para facilitar o acesso ao Porto Velho, entre os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Rondônia e Acre. A rodovia teve um edital de licitação aberto para serviços de conservação e recuperação do pavimento das pistas de rolamento e acostamento dos trechos da BR-174(A) (Div. MT/RO) - Div. RO/AC, com extensão total de 135,40 km.

O Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária (CREMA) é responsável por realizar as contratações para manutenção das rodovias federais e administrar todos os contratos dentro do período de vigência de três a cinco anos.