Odebrecht vende sua participação na concessionária que administra o Galeão, no Rio de Janeiro | Infraestrutura Urbana

Transporte

Notícias

Odebrecht vende sua participação na concessionária que administra o Galeão, no Rio de Janeiro

Empresa brasileira detinha 31% do capital social do Aeroporto Internacional Tom Jobim

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
13/Julho/2017

A Odebrecht TransPort anunciou a venda para a empresa chinesa HNA Infraestructure da sua participação na concessionária RIOgaleão que administra o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro. O grupo brasileiro detinha 31% do capital social do terminal, enquanto a ChangiAirport controlava 20% e a Infraero os 49% restantes.

Divulgação: Portal da Copa

“A venda de nossa participação acontece após a entrega da etapa mais importante de investimentos que foi a ampliação e modernização do aeroporto para receber os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016”, afirma a presidente da Odebrecht TransPort, Juliana Baiardi. Os valores do negócio ainda não foram divulgados.

A transação ainda depende da aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

De acordo com o grupo, a venda faz parte do plano estratégico de reestruturação da Odebrecht, onde os recursos serão destinados ao fortalecimento do capital da empresa. “As decisões consideram a combinação de inúmeros aspectos e cenários, externos e internos”, explica Baiardi.

Em abril, a Brookfield Bussiness Partners LP concluiu a aquisição de 70% da Odebrecht Ambiental, companhia de saneamento que pertencia a Odebrecht S.A. A operação envolveu um pagamento de US$ 768 milhões, além de investimento de US$ 140 milhões em capital. Os 30% de participação restante continuaram pertencentes ao Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS).