Assinado contrato para estudos da segunda maior ponte da América Latina, na Bahia | Infraestrutura Urbana

Transporte

Notícias

Assinado contrato para estudos da segunda maior ponte da América Latina, na Bahia

Consórcio deverá apresentar até outubro os estudos intermediários e finais da estrutura de 12 km que vai ligar Salvador a Ilha de Itaparica

Rodrigo Louzas, do Portal PINIweb
10/Março/2014

Foi assinado pelo Governo da Bahia na última sexta-feira (7) o contrato para elaboração do projeto básico de engenharia da Ponte Salvador-Ilha de Itaparica. De acordo com o Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba), o consórcio vencedor da licitação, formado pelas empresas brasileiras Enescil e Maia Melo e pela dinamarquesa Cowi, deverá apresentar os estudos intermediários e finais até outubro.

Divulgação: Governo da Bahia

Segundo o governo, a ponte terá cerca de 12 km, sendo a segunda maior da América Latina. Além dos estudos, o grupo ainda terá que desenvolver soluções que permitam a passagem de plataformas e navios para portos e estaleiros, bem como elaborar iniciativas que minimizem o impacto no tráfego de Salvador e otimizem o fluxo de veículos na Ilha de Itaparica.

De acordo com o representante do consórcio, Catão Ribeiro, o empreendimento baiano será o maior do Brasil e do Hemisfério Sul. “A ponte Rio-Niterói possui 9 km de extensão sobre o mar e 24 metros de largura. A nossa será maior e mais larga, com 12 km de extensão sobre a baía e 36 metros de largura”, compara Ribeiro.

Ainda de acordo com o engenheiro, caso seja construído de concreto, o vão central da ponte Salvador-Ilha de Itaparica será o maior do mundo. “Ele permite pouca manutenção e é mais barato. Atualmente o maior vão tem 520 metros na Suécia”, aponta Ribeiro.

Além da construção da ponte, o projeto do governo inclui ainda requalificação da Ponte do Funil, construção de uma ligação entre Santo Antônio de Jesus e Castro Alves, além da qualificação da infraestrutura viária regional. Em 2010, o investimento estimado para o empreendimento estava na ordem de R$ 7 bilhões, porém, atualmente, o consórcio está revendo o orçamento.

De acordo com o governo da Bahia, o lançamento do edital para construção e concessão da ponte está previsto para o quarto trimestre de 2014 e após iniciadas as obras, estima-se a conclusão entre 48 e 60 meses.