Obras de interligação das represas Jaguari e Atibainha, em São Paulo, estão 80% concluídas | Infraestrutura Urbana

Saneamento

Notícias

Obras de interligação das represas Jaguari e Atibainha, em São Paulo, estão 80% concluídas

Empreendimento orçado em R$ 555 milhões viabilizará a maior transferência de água por segundo para o Sistema Cantareira

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
24/Julho/2017

Durante a visita técnica do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi anunciado que as obras de interligação das represas Jaguari, na bacia do Parnaíba do Sul, e Atibainha, do Sistema Cantareira já estão com 80% concluídas. Com investimento de R$ 550 milhões, as obras estão sendo executadas pelo consórcio BPC, composto pelas empresas Serveng-Civilsan, Engeform e PB Construções Ltda.

A interligação vai permitir a transferência de água com uma vazão máxima de 8,5 m³/s da represa Jaguari para a Atibainha e de 12,2 m³/s no sentido contrário, otimizando a capacidade dos dois reservatórios e trazendo maior segurança hídrica para o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo. "Com isso, nós vamos praticamente dobrar a capacidade de reserva de água, de um bilhão para dois bilhões de metros cúbicos. Esta obra teve 30% de desconto e gerou, ao longo de toda a intervenção, cinco mil empregos diretos e indiretos. É a terceira maior estação elevatória da Sabesp no Estado de São Paulo", comentou Alckmin.

Para o transporte de água captada será utilizada uma adutora de 13,4 km de extensão seguindo por um túnel de 6,2 km. Haverá também uma estação elevatória e uma subestação elétrica. Ao todo serão beneficiados 20 milhões de habitantes entre a região.

A visita técnica aconteceu enquanto era escavado o trecho noroeste do túnel, em Nazaré Paulista, com dimensões de 6,4 quilômetros de extensão, cinco metros de altura e quatro metros de largura. A próxima etapa é a escavação no trecho entre os municípios de Igaratá e Santa Isabel, considerada um dos maiores desafios da obra prevista para ser entregue ainda neste ano.

Além do governador, estavam presentes no local o Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, e o presidente da Sabesp, Jerson Kelman.