Conheça o sistema de estaqueamento de blindagem usado na obra da Estação Elevatória de Esgoto Alvorada, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro | Infraestrutura Urbana

Fundações e Contenções

Soluções técnicas

Conheça o sistema de estaqueamento de blindagem usado na obra da Estação Elevatória de Esgoto Alvorada, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro

Edição 69 - Abril/2017

O QUE É

O sistema de contenção com estacas secantes chegou ao Brasil em 2004 e começou a ganhar espaço oito anos depois, com a vinda de novos equipamentos para o país. A utilização das estacas secantes apresenta grande versatilidade em relação às técnicas tradicionais, uma vez que não necessita de fluído estabilizante em sua execução. Como o próprio nome já diz, a escavação e a concretagem são efetuadas a seco.

Para a execução das estacas, a perfuração é feita com equipamento derivado do utilizado convencionalmente para fundações hélice contínua (acrescentase, normalmente, um acessório na torre de perfuração chamado de 'cabeça dupla'). Em seguida, as estacas são preenchidas com concreto ou, também, com 'coulis' (uma mistura de bentonita, cimento e água). O preenchimento é lançado por um tubo tremonha, tipicamente usado em concretagens submersas.

Na sequência, uma armadura de aço, montada para o diâmetro e o comprimento da estaca secante, é instalada na escavação destinada à estaca secundária. Depois disso, é feita a concretagem dessa estaca. Por fim, a execução das estacas primárias e secundárias é repetida alternadamente para completar a construção do muro de contenção.

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Infraestrutura Urbana

Outras opções