Elevado da Trensurb de 9 km é executado com vigas e lajes pré-fabricadas | Infraestrutura Urbana

Transporte

Modelo de projeto

Elevado da Trensurb de 9 km é executado com vigas e lajes pré-fabricadas

Por Luciana Tamaki
Edição 50 - Agosto/2015
 

DIVULGAÇÃO: TRENSURB

Iniciada em 2009, a obra da expansão da linha 1 do metrô da região metropolitana de Porto Alegre foi entregue à população no primeiro semestre de 2014. O novo trecho, com 9,3 km, partiu da estação existente São Leopoldo até Novo Hamburgo, totalizando 43 km de linha. As quatro novas estações ficam a cada 1,5 km, aproximadamente.

Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o projeto foi estimado em R$ 953 milhões e contratado, via licitação, pela Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb), órgão vinculado ao Ministério das Cidades.

Por conta da extensão da obra e dos módulos repetidos, a estrutura foi projetada com lajes e vigas pré-moldadas. No total foram produzidas 1.100 vigas para cobrir os vãos típicos de 28 m, sendo três vigas por vão e 7.340 peças de laje pré-moldada.

A fábrica para a produção desses elementos foi implantada no trecho inicial da obra, em São Leopoldo, encostada ao canteiro. A topografia plana de toda a região contribuiu para a facilidade do transporte por carretas dessas peças, içadas por treliça metálica.

Já os pilares foram moldados in loco, com fôrmas metálicas de encaixe aparafusado desenvolvidas especialmente para a obra. Apesar do alto investimento, a utilização em larga escala diluiu o custo e permitiu a concretagem de dois pilares por dia.

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Infraestrutura Urbana

Outras opções