Arena Pernambuco | Infraestrutura Urbana

Equipamentos Públicos

Obra - Arena Pernambuco

Arena Pernambuco

Fachada revestida de material polímero e cobertura com estrutura espacial em aço definem geometria global da construção

Por Bruno Loturco
Edição 39 - Junho/2014

Capacidade: 46 mil pessoas
Localização: São Lourenço da Mata (PE)
Investimento: R$ 532 milhões


Divulgação: Portal da Copa

A arena Pernambuco está instalada numa área de 52 hectares, com capacidade para 46 mil lugares. As tecnologias de ponta da obra, estruturada com uso intensivo de concreto, concentram-se, sobretudo, na fachada e na cobertura, construídas com sistemas independentes.

A fachada foi composta por um sistema de almofadas pneumáticas fabricadas em múltiplas camadas de filmes de etileno tetrafluoretileno (ETFE), informou Fernandes Arquitetos Associados, que assina o projeto arquitetônico. Na instalação, as bordas desses polímeros foram presas a uma estrutura metálica por perfis de alumínio. Segundo a fabricante do sistema, a empresa alemã Vector Foiltec, o revestimento em polímero facilita a manutenção - porque apresenta baixo coeficiente de atrito e boas propriedades antiaderentes para impedir o depósito de partículas de sujeira e poeira; ajuda no conforto térmico dentro da arena - dado que o uso de filmes de ETFE brancos e com serigrafia colaboram na dispersão da luz solar; e ajuda a amortizar as sobrecargas originadas da ação de ventos ou do acúmulo de água na fachada - por meio da insuflação das almofadas pressurizadas pneumaticamente.

Já a cobertura foi fixada sobre 68 pilares metálicos apoiados em concreto, sendo sustentada por estrutura em balanço atirantada nos pilares e estrutura espacial em aço, compondo uma malha de cerca de 22 mil m². O conjunto tem fechamento composto por um anel externo - vedado com manta termoplástica de poliolefina (TPO), chapas corrugadas e elemento isolante - e um anel interno com fechamento em vidro. Os 22 módulos que compuseram a cobertura foram, em grande parte, pré-moldados em solo e depois içados até sua posição nos pilares, sendo seguidos pelo içamento da malha espacial e dos tirantes.

Uma usina solar própria, com potencial instalado de 1 MWp - o equivalente ao consumo médio de seis mil pessoas - foi instalada próxima à arena para abastecer a demanda energética do estádio.

Revestimento a ar

Divulgação: Portal da Copa Glauber Queiroz/Portal da Copa ME
A cobertura conta com estrutura em balanço atirantada nos pilares e estrutura espacial em aço. Anel externo do fechamento superior é fechado com telhas metálicas termoacústicas cobertas com manta tipo TPO para sombreamento e proteção contra intempéries Anel interno da cobertura tem fechamento em vidro para aproveitar iluminação natural e evitar grandes sombras no gramado. Parte inferior da estrutura foi fechada com telhas metálicas perfuradas. Passarelas técnicas dão acesso à cobertura para manutenções periódicas
Divulgação: Portal da Copa Divulgação: Portal da Copa Divulgação: Portal da Copa
Todos os 24 mil m² de arquibancadas com assentos rebatíveis são na cor vermelha, homenagem aos principais clubes do Estado - Sport, Náutico e Santa Cruz. Arena tem 128 mil m² de área construída, com seis pavimentos, nove elevadores, 13 escadas rolantes e oito rampas O fechamento lateral da Arena Pernambuco é em filme de etileno tetrafluoretileno (ETFE), um material reciclável e semitransparente para permitir melhor aproveitamento da iluminação e ventilação naturais


Colchão drenante do gramado é em brita e topsoil à base de areia e matéria orgânica. Drenagem superficial é por tubos dispostos no formato espinha de peixe, com escoamento por gravidade


Divulgação: Portal da Copa Divulgação: Portal da Copa
Com 4,7 mil vagas para automóveis, Arena faz parte da Cidade da Copa, que prevê construção de bairro planejado. Consórcio, que explorará empreendimento por 30 anos, contou com recursos de bancos estatais Projeto Cidade da Copa prevê urbanização de área de 242 hectares no entorno do estádio. Bairro contará com 4,5 mil residências, universidade, escritórios e centros de eventos. Previsão é gerar 14 mil empregos permanentes até 2034

FICHA TÉCNICA

PROJETO - Escritório responsável: Fernandes Arquitetos Associados; Principais projetistas: Daniel Hopf Fernandes, Celso Jun Nawa, Pablo Marinho Lopes e Cecília Chuauvini; CONSTRUÇÃO - Empreiteira responsável pela obra: Odebrecht

DADOS GERAIS

Área construída: 136.000 m²; Número de rampas de acesso: oito; Número de camarotes: 104; Banheiros: 116, sendo 84 convencionais e 32 para pessoas portadoras de deficiências; Saídas para rápida evacuação: são oito conjuntos de rampas, com tempo máximo de evacuação de oito minutos; Placares: serão usados dois painéis de led, brilho 6.000 NITS, dot pitch 20 mm, contraste 4000:1. Cada placar medirá 14 m x 8 m, e estarão posicionados nos setores nordeste e sudoeste; Estabelecimentos comerciais: 40; Vagas sob a arena: 790 vagas internas para automóveis e quatro vagas internas para ônibus - público vip, oficiais de jogo e atletas; Vagas para o público geral: 3.734 vagas externas para automóveis e 200 vagas externas para ônibus.