Leilão de concessão do Trecho Norte do Rodoanel Mário Covas, em São Paulo, será em janeiro

A Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) publicou na última sexta-feira (6) o edital para a concessão internacional do Trecho Norte do Rodoanel Mário Covas (SP 021). Previsto para 10 de janeiro, o leilão terá oferta mínima de R$ 462.367.014,00 milhões e o vencedor será escolhido pelo maior lance.

O edital garante investimento de R$ 581,5 milhões ao longo de 30 anos. Poderão participar do leilão empresas nacionais, estrangeiras, fundos de investimentos e entidades de previdência complementar.

O leilão seguirá a modelagem utilizada nas licitações realizadas neste ano para os lotes das rodovias do Centro-Oeste e das Rodovias dos Calçados, que renderam ágio de 138% e 438%, respectivamente. Entre as novidades, está a proteção cambial que reduz os riscos de o investidor estrangeiro captar recursos com a moeda estrangeira, bem como a possibilidade de assinatura de contrato tripartite (concedente, concessionária e financiador) e a liberação de 28% da outorga fixa após a Licença de Operação do primeiro segmento do Trecho Norte, regra já aplicada nos demais leilões de rodovia paulista.

De acordo com a Artesp, haverá a possibilidade de a concessionária aplicar tarifas flexíveis, com preços menores em horários com menos tráfego, incentivando os usuários a evitarem os horários de picos da rodovia. Além disso, será cedido um desconto de 5% aos usuários que utilizarem o pagamento eletrônico da tarifa.

Com a concessão serão gerados benefícios como a implantação de wifi ao longo de toda a malha do Trecho Norte, implantação de câmeras de monitoramento e iluminação de toda a rodovia, se tornando a primeira do País com iluminação completa.

O Trecho Norte do Rodoanel possui 47,6 km e interliga os Trechos Oeste e Leste, se tornando a principal via para o Porto de Santos e para o Aeroporto de Guarulhos. Seu trajeto se inicia na Avenida Raimundo Pereira Magalhães (SP-332) e se encerra na intersecção com a Rodovia Presidente Dutra (BR-116). As obras possibilitarão o acesso à rodovia Fernão Dias (BR-381) e ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, com uma ligação exclusiva de 3,6 km.

A construção da via foi iniciada em 2013 sob coordenação da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa). Estão sendo implantadas 107 grandes estruturas – 44 pontes e 63 viadutos, perfazendo 12,6 km – e sete túneis duplos, que somarão 6,1 km em cada sentido. O investimento previsto é de R$ 8,1 bilhões, sendo R$ 4,3 bilhões aplicados em obras, e o restante em pagamento de compensações ambientais, desapropriações, interferências, projetos, supervisão, gerenciamento, comunicação e obras complementares.

Ao todo, os quatro trechos do Rodoanel somam 180 km de extensão (incluindo os acessos) e fazem ligações entre corredores rodoviários de alta demanda composto pelas rodovias Bandeirantes, Anhanguera, Castello Branco, Raposo Tavares, Régis Bittencourt, Imigrantes, Anchieta, Ayrton Senna, Dutra e Fernão Dias. O Trecho Oeste opera sob concessão da CCR Rodoanel e os trechos Sul e Leste são operados pela concessionária SPMar.

Para saber mais sobre a concorrência do Trecho Norte, clique aqui. 

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb