Conheça o verniz antipichação

O QUE É 

O impermeabilizante antipichação utilizado na obra da Ponte Laguna foi o Fuseprotec Antipichação, da Viapol, que é o único verniz poliuretano no mercado brasileiro à base de água e monocomponente resistente às intempéries e aos raios UV. Isso confere à superfície aplicada proteção à pichação e também embelezamento das estruturas de concreto. “A maioria dos produtos no mercado é preparada à base de solvente e componente. O bicomponente tende a escurecer o concreto e também há a necessidade de aplicar um primer de base acrílica. Além disso, tem menor durabilidade do que um poliuretano”, afirma José Eduardo Granato, gerente técnico da Viapol.

 

Primeiro, é feito o preparo para a aplicação do produto, com a lixagem e o estucamento

 

CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO 

O impermeabilizante possui um aspecto branco leitoso, que precisa de duas horas de tempo de secagem entre as demãos e de três dias para a cura final. Entre as vantagens do impermeabilizante estão o baixo odor, ser à base de água, baixo teor de compostos orgânicos voláteis (COV), além de não deixar a sujeira impregnar, não mofar, não amarelar e não descascar.

O Fuseprotec Antipichação é um produto destinado à proteção de superfícies verticais de estruturas de concreto aparente, tijolos a vista, blocos de concreto e pedras naturais.

Foi aplicado o produto com duas demãos, sendo a primeira um primer do próprio verniz

No manual de utilização, a empresa recomenda que não seja aplicado em pisos, cerâmicas vitrificadas, porcelanatos, cimento queimado e demais substratos com pouca ou sem porosidade ou em superfície contendo resinas desconhecidas. A fácil remoção da pichação também é uma das principais características do produto. A fabricante aconselha que se utilize um pano limpo e umedecido com o Diluente FC, da própria Viapol. Após a limpeza deve ser feita uma lavagem com água para a remoção do diluente. Dependendo da tinta que o pichador usou, é possível tirará-la com detergente neutro e água.

VANTAGENS DO MATERIAL 

No caso desta obra, foi usada a opção brilhante, que também impede a penetração de tintas

“A função do verniz é proteger o concreto contra as adversidades do meio ambiente. Então, a primeira função dele é fazer uma proteção no concreto contra a umidade. E ele tem uma característica adicional que é justamente ser antipichação. Quer dizer, se você aplicar no concreto aparente um verniz acrílico, ele vai proteger contra a umidade, mas não vai evitar pichação. O nosso produto evita as duas adversidades”, afirma Granato. Na obra da Ponte Laguna, o consórcio construtor também optou por utilizar em cima do impermeabilizante antipichação outro produto: o Viafloor PU Verniz (também fornecido pela Viapol), que é normalmente usado em pisos industriais. Conforme explica Granato, neste caso, o objetivo era meramente estético: “Eles queriam que a ponte ficasse mais brilhante, por isso aplicamos o outro verniz em cima”. No entanto, o produto também tem função antipichação, pois trata-se de um sistema poliuretano alifático, bi-componente, que é composto por resinas de alto desempenho e que possui altas resistências química e mecânica, que impedem a penetração de tintas e não danifica a superfície durante a limpeza com solvente.